Fotografia Performatica

download Fotografia Performatica

of 154

  • date post

    07-Jul-2018
  • Category

    Documents

  • view

    215
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Fotografia Performatica

  • 8/19/2019 Fotografia Performatica

    1/154

      Universidade do Estado do Rio de Janeiro

    Centro de Educação e Humanidades Instituto de Artes

    Elena O´Neill

    Fotografia Performática

    Rio de Janeiro

    2008

  • 8/19/2019 Fotografia Performatica

    2/154

      Elena O´Neill

    Fotografia Performática

    Dissertação apresentada, como requisito  parcial para obtenção do título de Mestre ao Programa de Pós-graduação em Artes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Área de concentração: Arte e Cultura Contemporânea.

    Orientador: Prof. Dr. Luiz Cláudio da Costa

    Rio de Janeiro 2008

  • 8/19/2019 Fotografia Performatica

    3/154

  • 8/19/2019 Fotografia Performatica

    4/154

    Elena O´Neill

    Fotografia Performática

    Dissertação apresentada, como requisito parcial para obtenção do título de Mestre ao Programa de Pós-graduação em Artes, da

    Universidade do Estado do Rio deJaneiro. Área de concentração: Arte e Cultura Contemporânea

    Aprovado em 25/03/2008

    Banca examinadora:

     ____________________________________ Prof Dr. Luiz Cláudio da Costa (Orientador) Instituto de Artes da UERJ

     ____________________________________ Prof. Dr. Roberto Conduru Instituto de Artes da UERJ

     ____________________________________

    Prof. Dr. Stéphane HuchetEscola de Arquitetura da UFMG

    Rio de Janeiro 2008

  • 8/19/2019 Fotografia Performatica

    5/154

     

    Para José Luis

  • 8/19/2019 Fotografia Performatica

    6/154

    AGRADECIMENTOS

    A colaboração de muitas pessoas foi decisiva para fazer possível este trabalho.

    Sou grata a meu orientador, Cláudio Da Costa, por ter me acompanhado neste processo e

     pelas leituras dos meus textos; a Stéphane Huchet e Roberto Conduru que integraram a banca

    de minha defesa de dissertação, pelos seus comentários sensíveis e inteligentes; a Roberto

    Corrêa dos Santos, que integrou a banca de minha prova de qualificação, pelos seus valiosos

    comentários; ao Programa de Pós-Graduação da Uerj; a Ronaldo Brito, Vera Beatriz Siqueira,

    Maria Berbara e Marcus Motta, cada um me mostrou um ponto de vista e uma sensibilidade

    diferente; a Graciela Figueroa, por ter me ensinado o que é a arte; a Nieves Silveira pelas

    longas conversas sobre pintura e à memória de Guillermo Fernández, quem me ensinou a ver. Agradeço a Elena Hughes e Alberto O´Neill, a Olga Silvera e a minha família em Uruguay; a

    José Luis, por estar a meu lado.

    Agradeço o apoio, estímulo, sensibilidade, generosidade e amizade de Inês de Araújo, Cezar

    Bartholomeu, Alba Lírio, Julieta Leborgne, Ligia Saramago, Maria Noel Secco e Jaime

    Trespalacios.

    E agradeço especialmente a Gwendolyn Owens e Anne-Marie Sigouin, do arquivo Gordon

    Matta-Clark, no Canadian Center for Architecture, Montreal, sua ajuda foi valiosíssima.

    A todos, e a cada um, sou imensamente grata.

     A todos, y a cada uno, muchísimas gracias. 

  • 8/19/2019 Fotografia Performatica

    7/154

     

    RESUMO

    O´NEILL, Elena. Fotografia Performática.  2008. 140 f. Dissertação (Mestrado em Arte e Cultura Contemporânea) - Instituto de Artes, Universidade do Estado de Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008.

    Este trabalho se propõe pensar a fotografia performática. Embora esta noção não tenha sido ainda definida, é possível identificar em algumas obras de Eugène Atget, László Moholy-

     Nagy, Marcel Duchamp e Gordon Matta-Clark particularidades que me levaram a nomeá-lasdessa forma. A tentativa de definir o conceito de fotografia performática assim como algumas reflexões sobre esses trabalhos a partir dessa definição, me permitiram abordar questões tais como o confronto da continuidade da percepção com a multiplicidade de uma visão não sintética, a impossibilidade da memória de completar mentalmente aquilo que não se apresenta como visível recorrendo a objetos semelhantes, o desconforto frente a situações que não conhecemos e a insatisfação de nossos hábitos visuais. Considerar a fotografia como ato, como atividade concreta, implica um posicionamento e uma intervenção no real, plausível de afetar diversos níveis da experiência humana. Uma ação impulsionada pela obra e intrínseca à formação de uma realidade estética, que questiona convicções, desmaterializa pontos de vista fixos, dissolve os a priori e aprofunda níveis de percepção. Mas ainda que nos coloque frente

    a alguns desafios, também nos permite, entre outras coisas, dotar as imagens fotográficas de plasticidade e assim tirar o aspecto fixo delas.

    Palavras chave: Fotografia performática. Delírio. Espaço.

  • 8/19/2019 Fotografia Performatica

    8/154

     

    ABSTRACT

    This thesis is an approach towards thinking photography as performative. Although this concept not been defined yet, it is possible to identify certain aspects in some of the works of Eugène Atget, László Moholy-Nagy, Marcel Duchamp and Gordon Matta-Clark that lead to name it that way. Trying to outline the notion of performative photography as well as some considerations on the works of those artists based on that concept, allowed inquiring issues such as the confront between the continuity of perception and the multiplicity of a non-

    synthetic vision, the impossibility of memory to complete mentally that which does not  present itself as visible unless having recurring to similar objects, the inadequacy we feel facing unknown situations and the non-satisfaction of our visual habits. Photography as an act, as a concrete activity, involves taking a position and interfering in reality, affecting several levels of human experience. An action driven by the work itself and intrinsic to an esthetic reality, that questions convictions, dissolves previous ideas and demands deeper levels of perception. Although it forces us to face some challenges, it also enables us to

     bestow plasticity to photographic images, thus removing their fixed condition.

    Key words: Performative photography. Hallucination. Space.

  • 8/19/2019 Fotografia Performatica

    9/154

    LISTA DE ILUSTRAÇÕES

    1.  Le Rossignol Chinois, 1920, Max Ernst.

    Collage de fotografias e nanquim s/ papel. 12,2 x 8,8cm ......................................................... 33 2. Au-Dessus des Nuages Marche La Minuit , 1920, Max Ernst. Collage de fotografias e lápis. 18,3 x 13cm. ………………………………………................. 33

    3. Anne Robsart , circa 1877, William F. Yeames. ................................................................... 34

    4. La Femme 100 Têtes Ouvre sa Manche Auguste, 1929, Max Ernst. Collage s/papel. 30 x 14,2cm. ................................................................................................... 34 

    5. Au Tambour , 1908, Eugène Atget. Fotografia p&b, cópia por contato. 18 x 24cm. ......................................................................... 47

    6. Au Petit Dunquerque , 1900, Eugène Atget. Fotografia p&b, cópia por contato. 18 x 24cm. ......................................................................... 47

    7. L´Eclipse , 1912, Eugène Atget. Fotografia p&b, cópia por contato. 18 x 24cm. ......................................................................... 48

    8. Avant l´Eclipse , 1912, Eugène Atget. Fotografia p&b, cópia por contato. 18 x 24cm. ......................................................................... 48

    9. Passage des Gobelins , 1900, Eugène Atget.

    Fotografia p&b, cópia por contato. 18 x 24cm. ......................................................................... 49

    10. Coin de la Rue de Bièvre , 1924, Eugène Atget. Fotografia p&b, cópia por contato. 18 x 24cm. ......................................................................... 49

    11. “Dernières Conversions”, Capa de La revolution Surrealiste, n. 7. (15 junho 1926). ....... 50

    12. Torre de Berlin, circa 1928, László Moholy-Nagy. Fotografia p&b, invertida. .......................................................................................................... 70

    13. Torre de Berlin, circa 1928, László Moholy-Nagy. Fotografia p&b. .......................................................................................................................... 70

    14. Vista desde a torre de rádio, Berlim, 1928, László Moholy-Nagy. Fotografia p&b ........................................................................................................................... 70

    15. Capa do livro Erwin Piscator: Das Politische Theater , 1929, László Moholy-Nagy. ...... 71

    16. Meurtre sur le Rails, 1925, László Moholy-Nagy. Photoplastik . ............................................................................................................................... 71

    17. Comment rester jeune et belle, 1925. László Moholy-Nagy. Photoplastik . ............................................................................................................................... 71

    18. Fotograma, 1922, László Moholy-Nagy. ............................................................................. 71

    19. Marseille, 1929, László Moholy-Nagy. Fotografia p&b .................................